Milena Cristo

Sepam Vestibulares promove bate-papo filosófico sobre ansiedade

julho 12, 2021 - Publicado por milena

Os mediadores serão os professores Yuri Sócrates e Marcos Trancoso, evento é aberto ao público geral, com transmissão no canal do Youtube do Sepam. 

 

d286f95c-4744-465a-b048-4fcc37bc511e

 

Uma pesquisa desenvolvida pela universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) indica que 80% da população tornou-se mais ansiosa durante a pandemia do Coronavírus. A Organização Mundial da Saúde (OMS) também aponta que o Brasil é o país com o maior número de pessoas com esse tipo de transtorno no mundo. O alto índice de ansiedade na sociedade contemporânea motivou o Sepam Vestibulares, de Ponta Grossa, a promover um bate-papo filosófico com discussões sobre a ansiedade na sociedade. O debate será na terça-feira (13), às 10h, com transmissão ao vivo pelo YouTube. Qualquer pessoa poderá acompanhar. 

O bate-papo é alcunhado de “Café com Sócrates: a constante ansiedade em uma sociedade do cansaço”. Os mediadores serão os professores Yuri Sócrates e Marcos Trancoso, docentes da instituição. 

De acordo com o professor Yuri, coordenador do Sepam Vestibulares, a iniciativa visa discutir a frequente sensação de ansiedade no mundo contemporâneo e trazer ao debate os pensamentos de diversos filósofos da antiguidade e do período pós revolução industrial. 

“A filosofia possibilita uma compreensão mais clara sobre os acontecimentos e faz com que as pessoas reflitam os motivos que as levam a ter alguns tipos de pensamentos e comportamentos. Por isso que decidimos debater a questão da ansiedade e da sociedade do cansaço sob a perspectiva filosófica e histórica”, explica Yuri.

Conforme o docente, a ideia surgiu após verificar o alto número de pessoas com ansiedade na contemporaneidade. Como os professores convivem diariamente com estudantes, é rotineiro ouvir relatos de adolescentes e jovens, que se encontram em situações de angústias por conta da proximidade dos vestibulares. 

“As sensações de impotência e esgotamento são comuns na atualidade, diante do volume de atividades do cotidiano. Esses sentimentos atingem o nosso público-alvo, que são os estudantes. Observamos que os alunos, que estão em anos de vestibulares, ficam muito acelerados e se sentem culpados quando descansam. A situação leva a um desgaste físico e emocional e faz com que os jovens percam a identidade pela sensação de ser útil. Então, o nosso objetivo também é instigar o pensamento de que precisam cuidar de si e que o ócio e o descanso também são importantes”, destaca Yuri. 

Os mediadores do bate-papo são docentes de Filosofia, Sociologia e História no Colégio Sepam. Yuri é também historiador e doutor em História, com pesquisas na área filosófica. Marcos é graduado em História e Sociologia e, atualmente, é mestrando em Ensino de História. Os espectadores poderão enviar perguntas nos comentários da transmissão, pelo YouTube do Sepam Colégio. O link para acesso do canal é https://www.youtube.com/sepamcolegio.

 

664e38f4-7564-4102-9dbb-addb7dfcbcd3

 

Sobre o Colégio Sepam  

 

Fundado em 1939, na cidade de Ponta Grossa (PR), pelos professores Roberto Emílio Mongruel e Altair de Oliveira Mongruel, o Sepam é uma instituição de ensino particular de nível infantil, fundamental, médio e pré-vestibular. Possui duas unidades em operação, sendo a segunda na cidade de Castro (PR), inaugurada em 1993.  Com perfil arrojado e inovador, o Colégio Sepam implantou, em 2015, o programa de ensino médio internacional – o High School -, por meio de um convênio com a Universidade de Missouri (Estados Unidos). Na unidade Sepam Vestibulares, a Instituição completa 40 anos de atuação no segmento de pré-vestibular, consolidado como um dos líderes em aprovações do Paraná, com mais de 10 mil aprovações em destacadas universidades brasileiras. O Colégio Sepam tem como linha filosófica a formação humanista de seus alunos e possui professores bilíngues com formação em diferentes áreas da licenciatura. Mais informações: sepam.com.br, facebook.com/sepamcolegio e @sepamcolegio (Instagram).